Menu Fechar

O Meu Percurso Como Fotógrafa

My Journey as a Photographer - Article featured image

Fazer esta retrospectiva a pensar no meu percurso como fotógrafa foi um exercício muito positivo que reforçou algo que por vezes é necessário relembrar: escolhi o caminho certo para mim! Um caminho nunca fácil, mas que me tem preenchido muito, não só a nível criativo e profissional, como a nível pessoal, porque me trouxe muitas pessoas especiais!

Quando Comecei a Aprender de Forma Autodidacta

Em 2005 eu tive a minha primeira câmara fotográfica digital, uma Konica Minolta Dimage G600, que dentro do género e para a altura, era excelente. Apesar de eu já ter desde os nove anos uma câmara analógica com que fotografei ocasionalmente até esse ano, foi esta câmara digital que impulsionou que eu ganhasse interesse em Fotografia como forma de expressão artística e que além do trivial (a família, os amigos, os animais de estimação), começasse também a fotografar arquitectura, paisagem, a explorar o auto-retrato e still-life.

O Meu Percurso Como Fotógrafa - Iris, fotografada em 2005 com a Konica Minolta Dimage G600.
Iris, fotografada em 2005 com a Konica Minolta Dimage G600. Recordo-me de na altura me ter entusiasmado muito com o jogo de luz/sombra nestas fotografias

Comprei o livro 500 Sugestões, Dicas e Técnicas de Fotografia Digital, de Chris Weston, e acedia a sites com tutoriais escritos. Apesar de o YouTube ter sido criado nesse ano, ainda não se tinha popularizado, portanto não havia tutoriais em vídeo como encontramos actualmente. Foi por essa altura que eu descobri o site DeviantART, que estava nos seus tempos áureos. Essa plataforma foi excelente para descobrir fotógrafos amadores e profissionais, para me inspirar, para começar a partilhar as minhas fotografias e obter feedback, e contribuiu muito para que eu começasse a expandir a minha cultura visual. Cheguei a conhecer pessoalmente algumas pessoas com quem interagia por lá que se tornaram amigos, e passei a poder partilhar esse interesse com elas de forma mais profunda.

Quando Decidi Estudar Em Escolas de Fotografia

Em 2007 comprei uma câmara bridge, uma Fujifilm Finepix S5700 que foi literalmente a ponte para a primeira câmara fotográfica reflex da Canon que comprei – a 450D, em 2008, no mesmo ano em que percebi a dimensão da minha paixão por Fotografia e que queria que esta fosse mais que um hobby na minha vida – que fosse uma carreira!

O Meu Percurso Como Fotógrafa - Livro e câmaras que adquiri no início do meu percurso
O livro e as câmaras que mencionei que adquiri no início do meu percurso

Ainda no ano de 2008, ignorando algumas vozes descrentes em relação ao valor de fazer formação em Fotografia, bem como à própria profissão de fotógrafa, fui estudar para o Instituto Português de Fotografia. Por esta altura eu já tinha ingressado no mercado de trabalho em part-time, o que me permitia investir em formação e material e aproximar-me de concretizar o meu objectivo de deixar o mundo corporativo para começar o meu negócio e viver da minha paixão.

Em 2010 comecei a interessar-me por Fotografia de Moda. Nessa altura eu e um amigo investimos juntos em equipamento e começámos a partilhar um estúdio.

Em 2011 fui para a ETIC e fiz um curso de especialização em Fotografia de Moda. Uma das razões para me inscrever neste curso foi o facto de o formador principal ser um dos fotógrafos de moda mais conceituados em Portugal – Mário Príncipe, cujo trabalho eu apreciava muito e que nesse ano recebeu o prémio de melhor fotógrafo nos Fashion Awards. Este curso melhorou muito a forma como passei a direccionar modelos, a minha técnica e sentido estético, a planear melhor as minhas sessões, e a tornar-me melhor storyteller. Meses depois fiz um workshop de outro fotógrafo – Ser Freelancer, e investi na minha primeira câmara full-frame- a Canon 5D Mark II.
Behind The Scenes | Moodboards com fotografias que fiz previamente a uma sessão, em location scouting | Fotografia por Rita Umbelino

Fotografar em Estúdio e Trabalhar com Agências De Modelos

Depois de sair da ETIC decidi que queria trabalhar com agências de modelos e contactei inúmeras agências. Tive algumas respostas positivas. Uma agência propôs-me um estágio e duas agências propuseram-me trabalhar em regime freelancer fotografando os testes com potenciais modelos de moda e modelos comerciais que queriam agenciar-se.

O estágio ocupava as tardes de 2ª a sábado (a disponibilidade a que me propus que me permitia conciliar com os outros trabalhos). Nesta agência eu fotografava books de agenciados, fazia trabalho de pós-produção, e montava books.

Seguem-se algumas fotografias do meu portfólio de Fotografia em estúdio, algo que não encontram no meu site hoje em dia:

O meu Pergurso Como Fotógrafa - Fotografia em Estúdio - Modelo: Pía Bongoll @ Just Models
Modelo: Pía Bongoll @ Just Models
O meu Pergurso Como Fotógrafa - Fotografia em Estúdio -Modelo: Joana Hamrol @ L' Agence
Modelo: Joana Hamrol @ L’ Agence
My Journey as a Photographer - Fotografia em Estúdio - Modelo: Joana Hamrol @ L’ Agence
Modelo: Joana Hamrol @ L’ Agence
O Meu Percurso como Fotógrafa - Behind the scenes em estúdio
Behind The Scenes | Modelo: Joana Hamrol @ L’Agence, Maquilhagem e Cabelos: Silvia Ferreira, Styling: Alejandra Egurrola
O Meu Percurso Como Fotógrafa - Fotografia em Estúdio - Rute Silva @ Just Models
Modelo: Rute Silva @ Just Models
O Meu Percurso Como Fotógrafa - Fotografia em Estúdio - Rute Silva @ Just Models
Modelo: Rute Silva @ Just Models
O Meu Percurso Como Fotógrafa - Fotografia em Estúdio - Modelo: Veronika Jack @ L'Agence
Modelo: Veronika Jack @ L’Agence
O Meu Percurso Como Fotógrafa - Fotografia em Estúdio - Modelo: Veronika Jack @ L'Agence
Modelo: Veronika Jack @ L’Agence
O Meu Percurso Como Fotógrafa - Fotografia em Estúdio - Músico Jaime Mendes
Músico Jaime Mendes

Quando Fiz Formação Noutras Áreas e Outro Estágio

Em 2014 decidi fazer formação novamente, desta vez noutras áreas que já explorava há anos de forma auto-didacta, e fiz um curso técnico de multimédia. O curso revelou-se demasiado abrangente e não aprofundou tanto quanto esperava as áreas que me interessavam mais (construção de sites e edição de vídeo), mas ainda assim foi muito pertinente para a minha carreira ganhar competências, ainda que superficiais, nessas áreas, bem como em Design de Comunicação e Multimédia, Desenho Vectorial, Animação 2D e 3D e Guionismo, ente outras. Melhorei skills que me permitem saber fazer tudo o que preciso para o meu negócio sozinha. Se antes fazia sites no já retrógrado Front Page, passei a ser capaz de fazer no Dreamweaver, a criar todo o design gráfico da minha identidade visual, do meu site e de todo o material que envio a clientes.

Após este curso, em 2015, fiz um estágio num estúdio de videojogos que estava a desenvolver o jogo Between Me and The Night, como fotógrafa e videógrafa. Fiz fotografia e vídeo de backstage, captação do vídeo que foi incluído numa cena final do videojogo (algo que tanto quanto sei nunca tinha sido feito), e captei ainda footage para o vídeo de apresentação do Between Me and The Night que os developers levaram ao Evento da EGX (uma feira de videojogos realizada anualmente no Reino Unido).

Behind The Scenes do Desenvolvimento do jogo Between Me and The Night

Ainda em 2015 fotografei casamentos pela primeira vez, como segunda fotógrafa, e um casamento sozinha.

Um Novo Capítulo Depois de Um Rebrand

Em 2016 passei por uma fase de redescoberta de mim mesma enquanto fotógrafa, do meu estilo, do meu método de trabalho, do que me inspirava, de como gerir o meu negócio. Decidi que iria abraçar por inteiro a minha preferência por iluminação natural e por fotografar maioritariamente em exterior. Foi nesse ano que fotografei em estúdio pela última vez. Gradualmente comecei a fotografar somente para clientes particulares, e no último trimestre preparei um rebrand.

No início de 2017 lancei o meu rebrand, com nova identidade visual, novo material para enviar a clientes, e com a versão actual do site, deixando de ter online os trabalhos em estúdio.

Assim evoluiu o meu trabalho para aquilo que faço hoje em dia- sessões de retrato individual, de casal, gravidez, família, crianças, de marca pessoal para bloggers, e de moda para lookbook.

My Journey as a Photographer - Article featured image

Sinto-me muito grata pelo meu percurso! A todas as pessoas que possam vir a ler este artigo, que de alguma forma se cruzaram comigo e me ajudaram a chegar até aqui: Obrigada – a todos os colegas, a todos os que me ensinaram alguma coisa, e a todas as pessoas que confiaram em mim e no meu trabalho para as fotografar individualmente ou com quem mais amam, ou a ajudar a comunicar a sua marca!

Trabalhar em Áreas Criativas

Escolher um percurso profissional criativo não é fácil, especialmente como freelancer. Afinal de contas este não é um caminho que todos os meses faz aparecer o mesmo valor na conta bancária, e exige trabalho árduo, mas acredito que devemos pelo menos dar-nos a oportunidade de tentar chegar onde queremos. Se tivermos determinação, se não duvidarmos das nossas capacidades e lutarmos muito para que a nossa paixão se torne também a nossa carreira, é possível chegar onde gostaríamos, sem esquecer que esta será uma luta contínua.

Passamos metade da nossa vida a trabalhar. É bom que seja naquilo que nos faz mais felizes, certo? 

Sofia Garrido Photographer

 

6 Comments

  1. Mabille

    I liked reading your story! I started photography in 2006 with a low quality film slr. I wanted digital, but film slr was all I could afford. I took a lot of pics but I never developed them. I was a broke student ahahah. Having a Canon EOS 450 was my dream camera! 😀

    I wish you all the best in your photography business. We actually shoot the same things 😮 Does that make us competitors?? 😮 :))

    • Sofia Garrido

      Hey, Mabille! Thank you for stopping by and reading!

      I usually post both the Portuguese and the English version of my blog posts at the same time, but this time I published the Portuguese version first and the English one was just posted. I had read on your website before that you’re living in Lisbon, but didn’t know how well you could understand Portuguese! 🙂

      It’s a pity that you weren’t able to develop those pictures!

      I think that makes us two photographers who like telling the same kind of stories and that’s awesome! 😉

      I wish you all the best in your photography business as well! 🙂

  2. Marli

    Gostei tanto de ler sobre a tua história enquanto fotógrafa porque sente-se o carinho que tens pela tua área e pelo teu trabalho! A tua evolução é notória. E, apesar de já não fotografares em estúdio, deixa-me dizer-te que as fotografias que lá tiraste estão excelentes!
    Continua com o bom trabalho e espero que tenhas MUITO sucesso 🙂

    My Own Anatomy 💫

    • Sofia Garrido

      Olá, Marli! Muito obrigada pelo teu comentário e feedback ao meu trabalho e ao que escrevi! Fico muito contente por isso transparecer! 🙂 Desejo-te igualmente muito sucesso! 🙂

  3. Ivan Leandro Vieira

    Top! Foi a minha companhia ao pequeno almoço hoje de manhã, adorei ler o artigo Sofia. Parabéns por todo o percurso e por ter lutado pelo seu sonho 🙂

Deixar uma resposta